segunda-feira, 23 de janeiro de 2012


Você sabe que tudo pode mudar de um dia para o outro. Ou de uma semana para a outra. De um mês para outro. Você sabe que Deus pode transformar espinhos em rosas, e rosas em canteiros onde se possa descansar. Não desista... tudo pode mudar! Tudo vai mudar. Quando você estiver a ponto de se destruir, perceberá que renasceu. E foi necessário se quebrar... para ser novo. Para ser melhor. Para ser feliz. "A fé pode mover montanhas". Quais são suas montanhas? Jogue-as hoje mesmo ao mar...

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Reencontro e Anoitecer

 Desculpem a demora para postar! Também vou visitar os blogs que me visitaram. Hoje vou postar uma divulgação do meu romance "Reencontro" e uma prosa poética que escrevi, chamada "Anoitecer".



Quero divulgar minha página de autora no Skoob, que criei dia 15 de janeiro, e a página do livro "Reencontro" no Skoob!!! Que tal adicionar o livro "Reencontro" à sua estante?
 Lembrando que tem o primeiro capítulo na seção "O Livro" do hot site de "Reencontro".

 Curtam a página de "Reencontro" no Facebook, cliquem em "Promoções" no menu à esquerda e em "Participar" e concorram a exemplares autografados!!!




E agora, uma prosa poética que escrevi.

ANOITECER

O vento tem cheiro de chuva, as nuvens se estendem como véus no azul que se despede, a noite chega. Chega a noite com leveza e crueldade. A noite para quem não quer vê-la chegar...

    Há no ar o perfume doce e viciante de um passado que ainda se vive, e outro perfume denso e exótico de um futuro que não se move. Misturam-se os aromas incompatíveis com estranheza no vento incólume, que se resume a dançar. Entre os prédios espetados no céu como estacas, entre as antenas de TV que tudo captam, entre as rodas dos carros e as pernas dos cansados que simplesmente vão, canta o vento uma sombria canção que punge. Que pune. Que encanta, antes de castigar.

    Estão todas as nossas memórias e nossas desculpas encarceradas na indolência dorida do anoitecer. Na calmaria das coisas e na beleza das coisas que se despedem com o dia. Que se insinuam com a noite, amante do vazio e do vinho.

Há de haver uma estrela boa que guarde uma paisagem verdadeira, aonde se chega com o olhar e que se toca com lágrima. Há de haver volta, quando o vento silenciar...
   
 Boa semana!!!

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Abstinências...


 "Sua pior abstinência seria outra. Não cocaína, álcool, maconha. Nem mesmo cigarros. Como ela curaria suas faltas? Seus furos do lado de dentro. Sulcos, murros. As pessoas de quem gostava iam embora. Morriam, ou iam para longe. Ou não a queriam. Ana Luiza não estava preparada para aquela despedida, mais uma despedida. Quando alguém ou alguma coisa passava a se tornar vital para ela, era um sinal de que não poderia mais ter." 
(REENCONTRO, Leila Krüger)


Pessoal, que tal curtir a página de REENCONTRO no Facebook e concorrer a exemplares autografados, e conhecer mais do livro e dos eventos relacionados a ele?

Que tal adicionar REENCONTRO à sua estante no Skoob?

Vejam e, se quiserem, adicionem meu perfil no Skoob.


OBS.: VOCÊ ENCONTRA REENCONTRO NA SARAIVA, NA SICILIANO, NO SITE DA NOVO SÉCULO EDITORA E NA MARTINS FONTES PAULISTA, ENTRE OUTRAS LIVRARIAS COMO A SARAIVA DO BARRA SHOPPING SUL DE PORTO ALEGRE.

Boa semana!!!